Você tem fita cassete? Saiba como conservá-las!

3 de junho de 2021 por na categoria Áudio com 0 e 0
Home > Blog > Áudio > Você tem fita cassete? Saiba como conservá-las!

Colocar uma fita cassete (K-7) no seu estimado walkman ou rádio gigante e poder voltar no tempo com os clássicos…

Nos anos 80, época em que uma fita cassete era bem popular, era comum a garotada não desgrudar dos seus rádios, esperando apenas o momento certo para soltar o “REC”.

E assim os oitentistas passavam seus dias: com Play, REC e Pause. Seja para gravar programas de rádio ou suas músicas favoritas que tocavam ali.

Qual oitentista, por exemplo, que nunca teve que rebobinar a fita K-7 usando uma caneta? Ou que descobriu depois o tape deck duplo e fez cópias de suas fitas favoritas?

Muitos ainda têm fita cassete por recordação desses bons tempos. Para eles é um tesouro valiosíssimo que levarão consigo por toda a vida. E agora que elas deram uma palinha novamente, tendo até ganhado o mercado no Reino Unido por um tempo, trazem um saudosismo para muitos.

Contudo, para preservar essas lembranças inestimáveis por mais tempo, cabe saber o modo adequado de conservá-las. Com o tempo o mofo pode fixar na fita e comprometer a qualidade da gravação e o toca fitas também.

As dicas a seguir te ajudarão com a conservação e preservação das suas fitas. Confira.

 

Todo cuidado ao manipular uma fita cassete

Em 1963 foi lançada a fita magnética (usada nas fitas K-7). Essas fitas, que contêm partículas magnéticas em finas camadas, guardam informações no formato de regiões magnetizadas.

Quando essa fita não é armazenada adequadamente, então algum agente externo pode danificar sua película. Por exemplo, ela ser amassada ou esticada. Por isso tenha todo um cuidado ao manipular uma fita desse tipo.

 

LEIA TAMBÉM: aprenda a tocar música com a ajuda do seu celular

 

Um bom local para armazenar suas fitas K-7

Também é importante que a fita cassete seja guardada num local seco, sem incidência de sol ou umidade. O ideal é usar uma caixa plástica bem fechada para armazená-las. Também é uma boa deixar um dissecante (aqueles saquinhos de sílica), no local onde as fitas serão guardadas.

Cabe aqui ainda relatar que esse tipo de fita deve ser sempre armazenada na posição vertical. Nunca coloque suas fitas K-7 deitadas.

 

Mantenha seus dedinhos longe

Outro erro bastante comum é ao pegar uma fita cassete: muitos acabam tocando na fita magnética com o dedo. A gordura que fica em nossa pele pode danificar a película também e comprometer a qualidade da gravação.

 

Como limpar fita K-7 corretamente

Uma fita cassete suja pode sujar o cabeçote do seu aparelho. Por isso trouxemos aqui também algumas dicas de como fazer a limpeza.

Você precisará de uma fita isolante (crepe ou durex). Precisará de álcool normal. Precisará também de um pedaço de papel higiênico (macio) para a limpeza, o qual deve ser dobrado bem pequeno.

Corte o papel higiênico em pedaços pequenos, que dê para colocar no local onde a fita fica à mostra.

A fita deve estar rebobinada toda para um lado. Pegue dois papeizinhos e coloque um pedaço do papel higiênico de um lado e um pedaço do outro. Em um deles (no que vai no cabeçote) passe o álcool e o outro deixe seco. Agora prenda-os com uma fita isolante.

E agora pegue sua fita e coloque no seu rádio e, detalhe importante, use a função de avançar ou retroceder (jamais use o play, lembre-se disso) para o lado, claro, em que a fita não está rebobinada. Se precisar, repita o processo.

Curtiu o artigo? A nostalgia bateu forte? Então comente e compartilhe com seus amigos que também têm fitas K-7.

E se você precisar de cabos para seus instrumentos e equipamentos de áudio, conheça a loja da Sparflex.

Adicionar comentário

© 2017 Todos os direitos reservados - SPARFLEX - Fios e Cabos Especiais ~ Desenvolvido por Toulouse Comunicação