Isolamento acústico: o jeito certo de fazer

19 de novembro de 2020 por na categoria Áudio com 0 e 0
Home > Blog > Áudio > Isolamento acústico: o jeito certo de fazer

O isolamento acústico é uma medida importante para evitar incomodar seus vizinhos quando estiver ensaiando. Mas, claro, ele é também crucial para quando você quiser ensaiar com sua banda ou fazer gravações em seu home studio.

Antes de mais nada, é importante deixar claro que isolamento é diferente de tratamento acústico. Apesar dos dois andarem lado a lado em muitas situações.

 

Mas o que é isolamento acústico e no que ele difere do tratamento acústico?

O isolamento acústico, como o próprio nome já insinua, trata-se de isolar a acústica de um ambiente a fim de evitar que o som ali vaze ou, ao contrário, que o som de fora invada esse local.

Basicamente, o objetivo de se fazer isolamento acústico é esse.

Por outro lado, o tratamento acústico tem foco no tratamento da acústica de uma sala. Por exemplo: remover o excesso de reverb (eco) da sala, regular os graves ali e fazer com que o som não fiquei “embolado”, evitar reflexões do som em excesso, deixar o som ambiente mais seco, etc.

Veja que ambos têm propósitos totalmente diferentes.

Um exemplo seria se você quisesse absorver mais os graves de uma sala e então colocasse um bass trap (armadilha de graves) nos cantos. Isso seria uma ação de tratamento acústicos.

 

E no caso dos materiais para o isolamento

Agora se você quisesse diminuir o som que sai do seu quarto enquanto toca guitarra ou bateria (para não incomodar os vizinhos) poderia:

– Fazer um reboco mais grosso na parede;

– Colocar uma parede de drywall;

– Inserir espuma de isolamento acústico na parede;

– Usar madeira maciça para forrar a parede;

– Entre outros elementos com foco em isolamento acústico.

Isso quer dizer que quanto mais massa que você colocar na parede, então mais conseguirá isolar o som.

Existe um conceito chamado de “Lei das Massas” que diz que quanto maior é a massa superficial de uma parede, então melhor é o desempenho acústico dela. A seguir explicamos melhor sobre isso.

 

Explicando brevemente sobre a Lei das Massas

O som pode ser afetado de diferentes maneiras: ele bate numa superfície e volta (reflexão sonora), ele bate numa superfície e é absorvido (absorção), ele pode ser espalhado (difusão) ou pode ser transmitido. E é desse último que trata o isolamento.

A Lei da Massa explica que quanto maior é a massa sobre uma superfície (parede), então melhor é a redução da transmissão do som. Veja que o isolamento trata a transmissão do som, ou seja, quando o som atravessa um meio material e vai para outro lugar, outra sala.

Desse modo, quanto mais massa houver numa parede, então maior será a vedação da transmissão sonora. A Lei da Massa explica também que sempre que a espessura de uma parede é duplicada, há uma perda de transmissão sonora de cerca de 6dB. Em outras palavras, há um aumento de isolamento acústico de 6 decibéis.

Os números de isolamento acústico são medidos através de valores de Índice de Atenuação Sonora (R) e também Perda de Transmissão (PT).

 

Dicas para fazer o isolamento acústico da sua sala

O isolamento acústico é algo que não é tão simples de se fazer e deve ser feito apenas por um profissional habilitado. Mas no caso de solucionar alguns problemas do seu quarto ou estúdio caseiro, é possível seguir algumas recomendações menos complexas.

Comece medindo o nível de dB (decibel) que há ali, ou seja, a quantidade da intensidade do som na sala. Para isso você pode usar um aparelhinho chamado de decibelímetro que mede a intensidade do som em decibéis (o que podemos chamar de unidade de medida do som).

Esse aparelho mede o som que vai de 0 dB (limiar da audição) a 120 dB (limiar da dor). Assim, quando estiver tocando, faça essa medição.

Veja o decibel para o som como os centímetros são para a distância ou tamanho. Sabendo o quanto de som há ali, então você saberá o que precisa fazer, ou seja, quais elementos usará para reduzir o som que entra e que sai.

Após isso, então poderá escolher o material (ou materiais) que usará para isolar seu ambiente. Veja a seguir alguns exemplos e o quanto eles ajudam no isolamento em decibéis:

Porta de madeira = reduz entre 30 a 45 dB (nesse caso, as de madeira maciça isolam ainda mais o som);

Parede de tijolo = reduz entre 40 a 60 dB;

Parede de drywall com chapa dupla: ajuda reduzir entre 35 a 37dB;

Laje de concreto = de 40 a 50 dB;

Janela com vidro duplo = de 40 a 50 dB.

Outra dica, se você mora em apartamento, seria usar um piso flutuante. Assim evitaria incomodar os vizinhos de baixo.

Além de isolar bem o seu ambiente para estudar com tranquilidade, bons cabos fazem uma enorme diferença na qualidade do seu som. Para isso conte com a qualidade dos cabos Sparflex.

Procure por produtos da nossa marca em uma das lojas de música na sua região. Se não encontrar em lojas próximas, entre em contato com nosso atendimento e iremos lhe indicar um local para adquirir. Acesse: https://www.sparflex.com.br/onde-encontrar/

Adicionar comentário

© 2017 Todos os direitos reservados - SPARFLEX - Fios e Cabos Especiais ~ Desenvolvido por Toulouse Comunicação