Gestão industrial: os maiores desafios e como superá-los

4 de março de 2021 por na categoria Institucional com 0 e 0
Home > Blog > Institucional > Gestão industrial: os maiores desafios e como superá-los

Com as novas tecnologias empregadas no setor industrial, empresas que não estão seguindo as tendências correm um sério risco de ficarem para trás. Afinal, os avanços da indústria 4.0, momento esse que a indústria vive, oferece muitas vantagens.

Por isso, os gestores que não apostam nos softwares, máquinas modernas e tecnologia para se tornarem mais eficientes, pouco a pouco perdem competitividade. Também terão processos mais caros e mão de obra obsoleta.

Para saber mais sobre gestão industrial: os maiores desafios e como superá-los, continue lendo este artigo e veja os tópicos a seguir.

  • Prever demanda e ter disponibilidade
  • Tornar a produção otimizada
  • Organizar as finanças para inovar

 

Prever demanda e ter disponibilidade

Entre os maiores desafios da gestão industrial está a relação entre disponibilidade e demanda. Afinal, a empresa não pode comprar matéria-prima em excesso e estocá-la, tampouco ficar sem material em estoque para quando for necessário.

No entanto, é possível prever a demanda e ter disponibilidade quando se conhece o mercado e o comportamento de compra dos clientes. Isso pode ser feito registando todas as entradas e saídas de material do estoque para uma posterior análise.

Mas isso nem sempre basta, pois como é preciso analisar muitos dados, torna-se essencial ter softwares que emitem relatórios. Da mesma forma, é preciso que as máquinas sejam modernas e recebam a adequada manutenção.

Com isso, não se corre o risco delas pararem e atrasar o pedido de um cliente. Processos automatizados são grandes aliados da indústria 4.0.

 

Tornar a produção otimizada

Outro desafio da gestão industrial é otimizar a produção, fazê-la mais eficiente, ou seja, ter processos rápidos, mas sem perder em qualidade. Além de máquinas modernas e softwares que automatizem processos, a maior produção depende de mão de obra qualificada.

Isso significa que não é suficiente possuir recursos tecnológicos se os recursos humanos não são devidamente treinados a usá-los. Além disso, uma produção otimizada depende da motivação dos profissionais, que devem ser bem remunerados, valorizados e receber os EPI’s apropriados.

Outra forma de superar esse desafio é contar com fluxos coesos de trabalho. A mudança de posição das máquinas e dos colaboradores, por exemplo, pode tornar o fluxo otimizado. Afinal, é normal que ao longo dos anos a fábrica receba novos equipamentos e seu layout deve ser adaptado.

 

Organizar as finanças para inovar

Investir em inovação é mais um dos desafios para muitas indústrias. Nem sempre o problema está na falta de dinheiro, mas sim, no desconhecimento, ou porque o gestor não está acompanhando as tendências ou porque não está convencido de que é preciso mudar para inovar.

Assim, os gastos em tecnologia devem ser vistos como investimentos, pois novos equipamentos conseguem produzir com mais agilidade e menor desperdício. E claro, é fundamental que as finanças estejam em dia, já que não é adequado inovar e ficar no vermelho.

O primeiro passo é colocar em ordem as finanças, sendo que muitas vezes o básico está deixando a desejar, como controle de contas a pagar e a receber e fluxo de caixa.

Há softwares que automatizam todo esse processo e facilitam a tomada de decisões. Com isso, o gestor sabe onde é possível investir, quando e quanto.

 

Agora, confira um artigo que explica o planejamento estratégico, uma das ferramentas da gestão industrial.

 

Solicite pedidos e orçamentos de cabos especiais com a Sparflex, que por sua qualidade é essencial para as indústrias. Faça contato pelos seguintes canais:

Telefone – (11) 2535-8900

Email – contato@sparflex.com.br

Site – sparflex.com.br

Adicionar comentário

© 2017 Todos os direitos reservados - SPARFLEX - Fios e Cabos Especiais ~ Desenvolvido por Toulouse Comunicação