Como escolher o amplificador ideal para você

10 de setembro de 2020 por na categoria Áudio com 0 e 0
Home > Blog > Áudio > Como escolher o amplificador ideal para você

Escolher o amplificador ideal para sua guitarra, baixo, etc., pode acabar sendo algo complicado.

Com tantas opções hoje no mercado, há quem acabe ficando perdido pesquisando por um bom equipamento para seu instrumento musical.

Mas para te ajudar a tornar o processo menos cansativo (e evitar que você quebre a cabeça tentando encontrar um amp ideal), reunimos aqui algumas dicas úteis.

 

Seu orçamento

Tudo começa com a definição das suas possibilidades orçamentárias. Se você só pode pagar até R$ 1.000,00 num amplificador, então não perderá tempo pesquisando amplificadores de R$ 2.000,00 ou mais.

Se você está comprando seu primeiro amplificador, então não precisa desembolsar uma quantia enorme para isso (há modelos que vão de R$ 500,00 a R$ 600,00 em média). Cabe aqui dizer que, nesse caso, existem amplificadores voltados para estudo.

Certifique-se ainda de saber qual o objetivo com o amplificador: tocar em casa e estudar, tocar em barzinhos e fazer pequenas apresentações, tocar com banda ou em eventos, etc. Quanto mais recursos um amp possui, então maior será seu preço.

Sabendo o propósito com o equipamento, ficará mais fácil também saber qual o tipo ideal para você.

 

As diferentes potências

A potência define o quão alto e nítido será o som que você terá com o amplificador. Por isso que no caso de amps para estudo é recomendado usar aqueles com potência de 10 a 20 watts (unidade de medida da potência), já que você não precisará de um som com tanta intensidade de sinal.

Já no caso de pequenas apresentações, amplificadores com 40 a 60 watts, por exemplo, são os mais indicados. Já os com 100 watts para cima são indicados para shows e apresentações em espaços maiores (também para gravações em estúdio).

 

Resposta de frequência

A resposta de frequência de um amplificador diz respeito a quão definido ele pode reproduzir uma região de sons graves médios e agudos.

Um bom amplificador seria um que possuísse uma resposta de frequência de 20Hz a 20kHz. No entanto, isso pode variar de acordo com o instrumento que você ligará no amplificador:

– No caso de um baixo, amps com maior valorização das frequências médio-graves são os mais indicados (200 Hz a 600 Hz).

– Já no caso de guitarras, amplificadores com valorização das frequências de 100 Hz a 4kHz são os mais indicados, pois conferem um som equilibrado entre médio-graves, médios, médio-agudos e um pouco de agudos.

Mas você não tem que se preocupar muito com isso na hora de comprar um amplificador de guitarra ou baixo. Geralmente, cada um deles já vem com configurações nesse quesito que proporcionam uma melhor sonoridade segundo o tipo de instrumento (por isso há amps para baixo e amps para guitarra e você deve escolher um de acordo com seu instrumento).

Não deixe de conferir também nosso artigo falando sobre cuidados com os cabos de áudio (itens essenciais para fazer a ligação do seu instrumento no amplificador).

 

Sobre fabricantes

Marca não é tudo, mas também não é algo para ser negligenciado.

As marcas de baixa qualidade costumam fabricar amplificadores com componentes de baixa qualidade e, como resultado, você terá um som pobre em frequências, com pouco peso, ruídos, etc. Sem contar que terá um equipamento que poderá apresentar defeito com certa frequência.

Não se esqueça também de ver a garantia que a marca oferece em caso de defeito no produto e se a mesma possui assistência no país para caso necessite de algum reparo ou suporte.

Esse artigo te ajudou? Saiba que no blog da Sparflex temos muito mais dicas como essas sobre áudio e equipamentos. Nos vemos por lá!

 

Adicionar comentário

© 2017 Todos os direitos reservados - SPARFLEX - Fios e Cabos Especiais ~ Desenvolvido por Toulouse Comunicação