Qual arquivo de vídeo escolher para seus vídeos caseiros?

9 de agosto de 2018 por na categoria Áudio com 0 e 1
Home > Blog > Áudio > Qual arquivo de vídeo escolher para seus vídeos caseiros?

Por trás dos vídeos que você grava em seu celular tem muita tecnologia!

Fazer um vídeo caseiro se tornou muito comum hoje, com a ajuda de tablets e celulares. É bem legal filmar a família, a chegada do bebê, as férias na praia, a festa com os amigos… São muitas situações. E também existem muitas situações onde você deve conhecer um pouco sobre os diversos tipos de arquivo de vídeo, para saber qual deles usar, se for para subir no Youtube, gravar um DVD ou apenas assistir no seu celular.

 

Mas antes, é importante você saber como os vídeos digitais funcionam. O vídeo e o áudio são arquivos dentro de um contêiner, uma espécie de invólucro, sendo os mais comuns o AVI, MP4, MPEG, MOV e outros. E para que um dispositivo (computador, celular, tablet, etc) consiga exibir o vídeo e o áudio, é preciso um codec, que faz todo o trabalho de codificar ou decodificar, comprimir ou descomprimir os arquivos de vídeo e áudio de dentro do contêiner, para que eles possam ser assistidos.

 

AVI – Audio Video Interleave

Este é um dos mais antigos da família de arquivo de vídeo. Foi criado pela Microsoft em 1992 (bem antigo mesmo!), para fazer parte da tecnologia Video for Windows, que a Microsoft acreditava que seria um divisor de águas em como as pessoas assistem e armazenam vídeos em seus computadores. E foi mesmo! O AVI é até hoje o arquivo de vídeo mais usado no mundo todo, pelo fato dele ser aceito em diversos sistemas diferentes, como o próprio Windows, o OS da concorrente Apple, o Linux, em celulares com Android, iPhone ou Windows Phone, e na maioria dos navegadores de internet.

Os arquivos AVI também podem ser codificados por vários tipos diferentes de codecs, o que facilita sua abertura.

 

FLV – Flash Video Format

A Adobe criou o FLV como uma alternativa para as pessoas assistirem vídeos em Flash, um dos softwares da empresa. Assim, os vídeos podem ser assistidos pelo próprio Adobe Flash Player, que é um player muito comum na maioria dos computadores, e também através dos navegadores, que já vêm com o Flash Player instalado ou com o uso de plugins gratuitos. Além disso, um vídeo convertido em FLV fica com tamanho de arquivo bem menor, ou seja, abre bem mais rápido mesmo em conexões lentas de internet, mas mantendo sua boa qualidade de som e imagem. Essas características fizeram com que muitos sites de streaming de vídeos, incluindo o Youtube, adotassem o FLV como arquivo padrão. Streaming significa que você pode assistir um vídeo diretamente de um site, sem a necessidade de baixa-lo para seu computador ou outro tipo de dispositivo.

 

WMV – Windows Media Vídeo

Também desenvolvido pela Microsoft, o WMV foi criado para ser um player online, ou seja, para que as pessoas assistam vídeos em streaming. A compactação do WMV cria arquivos bem pequenos, o que é ótimo para o streaming, mas a qualidade do vídeo fica, normalmente, bem ruim. Isso é péssimo, mas também tem um lado bom, que é envio de vídeos por e-mail. O WMV é um dos poucos arquivos de vídeo que podem ser enviados e assistidos diretamente nos sistemas de e-mail.

O Windows Media Player é o player padrão para assistir vídeos em WMV, e pode ser encontrado também para outras plataformas, como o OS da Apple.

 

MOV – Apple QuickTime Movie

 

A Apple também desenvolveu seu próprio player e um tipo de arquivo de vídeo. Tanto o player QuickTime quanto o arquivo de vídeo MOV da Apple, são muito populares entre os usuários de Mac, mas usuários de outros sistemas, como o Windows, têm uma versão própria do QuickTime. O MOV é considerado como sendo o melhor tipo de arquivo de vídeo, porque tem alta qualidade de imagem e som, mas em contrapartida os vídeos ficam sempre com tamanhos bem grandes.

 

 

MP4 – Moving Pictures Expert Group 4

O famoso MP4 é na verdade uma abreviação de MPEG-4, um tipo de arquivo de vídeo criado em 1998 pelo Motion Pictures Expert Group. O MP4 definiu novos padrões em relação ao áudio e vídeo digitais, e se tornou praticamente o tipo mais comum de arquivos de vídeo para compartilhamento na internet, por causa da boa qualidade de vídeo com tamanhos pequenos de arquivos. Isso pode fazer com que o MP4 substitua o FLV como arquivo de vídeo padrão em sites de streaming, como o Youtube.

 

Gostou de conhecer um pouco sobre os arquivos de vídeo? Veja mais artigos sobre áudio e vídeo no blog da Sparflex!

Adicionar comentário

© 2017 Todos os direitos reservados - SPARFLEX - Fios e Cabos Especiais ~ Desenvolvido por Toulouse Comunicação