Como um cabo para microfone deve ser para ter qualidade

20 de setembro de 2018 por na categoria Áudio com 0 e 0
Home > Blog > Áudio > Como um cabo para microfone deve ser para ter qualidade

Existem muitas ocasiões para se usar um microfone. Pode ser um cantor, locutor, palestrante, professor, etc. E o que todos eles têm em comum é a necessidade de fazer a plateia os ouvir. Essa é a parte básica, mas não adianta de nada ser ouvido com um som ruim. Isso pode acontecer por falhas no equipamento, desde a montagem até a qualidade de cada componente. E aqui vamos te mostrar como um cabo para microfone deve ser em questões de qualidade, para que sua voz saia clara e todos possam escutar sem problemas.

 

Montagem

Essa é a parte de responsabilidade da empresa que produz cabos, e também é a parte mais importante. É preciso saber as dimensões corretas, quais as matérias-primas utilizar, os tipos de solda e os componentes a serem utilizados. Além disso, o cabo deve passar por testes, para que chegue até o usuário com garantias de pleno funcionamento. São essas características que vão fazer com que um cabo de microfone tenha a melhor transmissão de sinal e durabilidade.

 

Parte interna

Aqui é aquela parte que fica escondida dos olhos, mas onde é feito todo o trabalho de transmissão de sinal. Também chamada de núcleo, a parte interna tem que ter as seguintes características:

  • Fios de cobre OFHC. O cobre é o metal mais usado em cabos, por ter uma excelente condução elétrica e não sofrer muito com a oxidação, ao contrário de outros tipos de metais. A sigla OFHC significa Oxigen Free High Conductivity – ou em português, Alta Condutibilidade Livre de Oxigênio. O OFHC faz com que o cobre seja quase que 100% puro, o que confere maior condutividade elétrica do sinal, sem perda de qualidade e com ruído quase zero.
  • Isolamento dos fios de cobre. Os fios de cobre do núcleo precisam ficar isolados dos outros componentes, caso contrário o cabo pode apresentar ruídos e outros problemas. Em geral, o isolamento é feito com materiais plásticos, por ser uma matéria-prima que oferece isolação térmica e elétrica, e também protege os fios de cobre contra danos físicos e oxidação.
  • Blindagem. Protege contra energia estática, evitando ruídos e choques elétricos, que podem danificar o cabo. A blindagem pode ser feita de diversas formas, sendo as mais indicadas as em fita de poliéster aluminizada ou em cobre, com malhas ou tranças.

 

Parte externa

A parte externa, como o próprio nome diz, é a que fica visível aos olhos, tendo como principal função proteger a parte interna.

  • Cobertura. É a capa que protege o cabo. Tem as funções de isolante térmico e elétrico, maleabilidade e resistência a atritos. A cobertura em geral é feita de borracha ou PVC, e também pode ter uma camada extra, em tecido.
  • Plugs. São eles que ligam o microfone às caixas de som, amplificadores e mesas de som. Os plugs devem ser fabricados em materiais que sejam resistentes a impactos, oxidação e interferência, tudo para que a qualidade do som seja impecável. Para quem se preocupa com a qualidade do som que sai de um microfone, o mais indicado é usar os plugs do tipo P-10, e de preferência banhados a ouro, pois esse metal é um excelente transmissor de sinal. Outra característica importante dos plugs é a solda. Ela é responsável por ligar os fios de cobre aos plugs, e por isso devem ser feitas com cuidado, para que tenha resistência a quebras e também para assim a transmissão do sinal de som seja perfeita.

 

Agora que você já sabe como um cabo para microfone deve ser para oferecer toda a qualidade necessária, é hora de conhecer mais sobre o mundo do áudio, visitando o Blog da Sparflex.

Adicionar comentário

© 2017 Todos os direitos reservados - SPARFLEX - Fios e Cabos Especiais ~ Desenvolvido por Toulouse Comunicação