Como cuidar bem dos seus microfones

12 de abril de 2018 por na categoria Áudio com 0 e 0
Home > Blog > Áudio > Como cuidar bem dos seus microfones

Embora muitas vezes sofram grandes abusos no uso diário, os microfones são a parte mais delicada e importante da cadeia de áudio profissional. Para manter os microfones funcionando corretamente, há algumas coisas que você pode fazer!

Microfones dinâmicos

 

Os microfones dinâmicos são os mais robustos e confiáveis de todos os microfones, o que explica sua extrema popularidade. Dependendo do uso por parte do cantores, esses microfones podem sofrer com torcidas no cabo, saliva e geralmente acumulam muita sujeira. Por isso a melhor forma de manutenção desse tipo de microfone é fazer uma boa limpeza periódica.

A limpeza começa por desparafusar a grade externa e enxagua-la com água. Um detergente neutro ajuda a retirar sujeiras encrustadas e elimina odores. Se a sujeira for realmente densa e endurecida, use uma escova de dentes com cerdas macias para limpar a grade.

Após a limpeza, deixe a grade secar antes de recolocá-la no microfone. Seque-a com um secador de cabelos em temperatura baixa ou deixe secar naturalmente na sombra. Evite calor em excesso.

Se o microfone não tiver uma grade removível, segure-o de cabeça para baixo e esfregue-o suavemente com uma escova de dentes de cerdas macias com água morna. Isso evita que a água atinja as partes internas do microfone.

Se o microfone estiver com mau cheiro, esfregue-o com uma escova de dentes embebida em uma solução diluída de enxaguatório bucal e água. Certifique-se de segurar o microfone de cabeça para baixo ao fazer isso. Nunca pulverize desinfetante ou qualquer agente de limpeza na cabeça do microfone, pois ele penetrará na grade e possivelmente danificará o microfone.

Microfones condensadores

Microfones condensadores

 

Os microfones condensadores são mais frágeis que os dinâmicos. Eles nunca devem ser derrubados ou usados chacoalhados, e não devem ser expostos a calor excessivo ou frio extremo. Evite vibrações excessivas e umidade.

É uma boa ideia usar um saco plástico para cobrir os microfones quando eles não estiverem em uso. Esses sacos impedirão que partículas de poeira e outras sujeiras se instalem na cápsula do microfone. Sempre ensaque o microfone antes de guardá-lo.

Use um filtro ao usar o microfone. Ele interceptará a névoa de saliva de um cantor e evitará que ela danifique o diafragma do microfone. O filtro também impedirá que a cápsula eletricamente carregada atraia partículas suspensas no ar.

Uma cápsula contaminada acabará afetando as frequências altas. Isso pode causar ruído ou fazer o microfone desligar completamente. Também é aconselhável manter uma distância mínima de 15 centímetros entre a boca e o microfone para evitar que as plosivas danifiquem a cápsula.

Sempre conecte o cabo da fonte de alimentação a um microfone condensador de tubo antes de ligar a fonte de alimentação. O choque de tensão de uma fonte de alimentação ativa ou “hot plugging” pode danificar o tubo de um microfone. Além disso, use um estabilizador de voltagem.

 

Microfones de fita

 

Embora os microfones de fita modernos sejam mais duráveis do que os modelos antigos, eles ainda precisam ser manuseados com cuidado.

A regra nº 1 é nunca colocar um microfone de fita para baixo – especialmente no chão – sem cobri-lo primeiro. Os imãs poderosos em um microfone de fita atraem pequenas partículas metálicas que podem resultar em gravações distorcidas. Não subestime o poder da força magnética que se estende ao redor do seu microfone de fita.

Aprenda como manusear corretamente um microfone de fita e nunca deixe pessoas sem esse conhecimento sequer tocá-lo. Até mesmo um teste para saber se o microfone está ligado pode causar problemas.

Posicione sempre um microfone de fita ligeiramente fora do eixo quando estiver captando fontes de alta energia. Isto irá protegê-lo de fontes excessivamente altas. Os microfones de fita têm um padrão de captação bastante uniforme, portanto, movê-lo um pouco fora do eixo não causará um efeito adverso na gravação. Além disso, use sempre cabos de microfone de boa qualidade com microfones de fita. Um cabo fora dos padrões de qualidade degradam muito o desempenho dos microfones de fita.

Ao usar um microfone de fita em instrumentos de percussão, ou que causem fortes rajadas de ar, ajuste o ângulo do microfone para 45 graus em relação à fonte, nunca paralelo. Isso diminuirá a tensão no microfone, permitindo que ele capte o som sem que todo o pulso acústico acerte o microfone ao mesmo tempo.

Sempre use um filtro em microfones de fita quando estiver fazendo capturas de sons muito ruidosos. A explosão concentrada de ar de fontes altas é extremamente dura na delicada fita do microfone. A regra é: se você pode sentir uma brisa vindo da fonte de sim, use um filtro.

Microfones de fita empregam componentes magnéticos como base para seu funcionamento. Todos os microfones que utilizam imãs são de certa forma suscetíveis à radiação magnética induzida, especialmente a partir de campos magnéticos alternados, como os encontrados em motores, transformadores e monitores de vídeo.

Esses campos magnéticos podem ser fortes o suficiente para induzir uma corrente elétrica alternada nos microfones que, por sua vez, é amplificada pelo pré-amplificador. Este é o mesmo efeito que assola as guitarras elétricas, especialmente aquelas com captadores de bobina simples. Se você sentir esse fenômeno, localize a fonte do campo magnético e mova-o para fora, desligue-o ou simplesmente mova o microfone para longe do dispositivo magnético.

 

Siga essas dicas para garantir que seus microfones tenham longevidade e boa qualidade de som!

Adicionar comentário

© 2017 Todos os direitos reservados - SPARFLEX - Fios e Cabos Especiais ~ Desenvolvido por Toulouse Comunicação