6 itens essenciais para pedir orçamento de cabos

21 de setembro de 2017 por na categoria Revenda com 0 e 6
Home > Blog > Revenda > 6 itens essenciais para pedir orçamento de cabos

Fazer um orçamento em uma fábrica de cabos é uma tarefa bem simples, que normalmente é feita através de uma conversa telefônica com um dos vendedores ou representantes da fábrica. Só que em alguns casos fazer o orçamento pode ser um processo demorado, ainda mais se o cliente não tiver todas as informações técnicas para passar para o vendedor. E como cada vez mais o tempo fica escasso, com tantos compromissos, é bom sempre contar com uma ajuda, certo? Por isso vamos passar algumas dicas de como solicitar um orçamento de forma mais rápida, com as características mais comuns, principalmente quando ele for solicitado de formas indiretas, ou seja, sem conversar diretamente com o vendedor, como por exemplo via e-mail, formulários em sites e até mesmo o bom e útil Whatsapp!

 

Uso do cabo

Claro que a primeira coisa a se fazer é definir qual o uso do cabo, que pode ser para áudio, vídeos, sistemas de máquinas, segurança, automação, etc. A ideia aqui é você saber onde o cabo vai ser conectado e para qual o tipo de transmissão ele vai ser usado, que pode ser energia elétrica, som, dados, etc.

 

Bitola

Em muitos situações, um cabo pode ter uma bitola padrão, mas dependendo do projeto ela pode variar. Uma das principais variáveis é de acordo com a extensão necessária do cabo, que em geral quanto mais longa, maior tem que ser a bitola. Neste caso, a bitola vai ser definida de acordo com o projeto e em geral ela é descrita em milímetros (mm).

 

Metragem

Ainda seguindo os padrões, o uso de alguns cabos pode ter uma medida de comprimento constante, mas em determinados casos a metragem pode mudar. Saber essa medida auxilia na produção do orçamento, até mesmo para saber se a fábrica consegue fazer a entrega, já que ela pode ter metragens mínimas para venda.

 

Material condutor

Também conhecida como alma, essa é a parte interna do cabo que realmente faz a transmissão, sendo produzida em metal. Os mais comuns são o cobre, alumínio e prata, sendo que o cobre é o mais usado. Outros materiais podem ser usados de acordo com o projeto.

Outra característica é que os condutores podem ser unipolares ou multipolares, conforme a figura abaixo.

 

Conectores

Os conectores são a parte final do cabo, chamados também de plugs e tomadas. É a parte que vai ser conectada em saídas ou entradas de máquinas, aparelhos, motores e outros, de modo a receber e enviar a transmissão. Assim como o cabo em si, os tipos de conectores dependem do uso e do projeto.

 

Isolação

Alguns cabos precisam de isolamento interno, seja por questão de segurança ou para evitar interferências, como os ruídos que podem acontecer em um cabo de guitarra, quando sofre interferência de cabos elétricos próximos a ele.

 

Outras informações técnicas

Dependendo do uso do cabo, você pode precisar saber também sobre a amperagem, capacitância, resistência a calor, velocidade de transmissão, temperatura de serviço, entre tantas outras.

 

Lembrando, aqui selecionamos algumas características comuns entre os cabos que facilitam seu pedido de orçamento. Você, ou o vendedor, podem precisar de dados diferentes.

Aproveite e peça agora o seu orçamento

Adicionar comentário

© 2017 Todos os direitos reservados - SPARFLEX - Fios e Cabos Especiais ~ Desenvolvido por Toulouse Comunicação