3 exercícios para prevenir tendinite em músicos

8 de fevereiro de 2018 por na categoria Áudio com 0 e 0
Home > Blog > Áudio > 3 exercícios para prevenir tendinite em músicos

Se você toca algum instrumento, principalmente de cordas, deve tomar alguns cuidados para não sofrer com uma tendinite. Experimente 3 exercícios que fortalecem a musculatura das suas mãos, evitando tanto a tendinite quanto outros problemas!

 

O que é tendinite?

Primeiro vamos entender o que é um tendão. Ele é uma estrutura fibrosa, parecido com uma corda, que liga um músculo aos ossos. E é no tendão que acontece a tendinite.

A tendinite é uma inflamação do tendão, que pode ser causada por vários motivos:

  • movimentos repetitivos
  • movimentos feitos de modo errado
  • falta de alongamento
  • postura errada
  • idade
  • estresse
  • excesso de atividades esportivas
  • doenças autoimunes

A tendinite pode acontecer em qualquer parte do corpo, mas é mais comum nos ombros, cotovelos, punhos, joelhos e tornozelos.

Sintomas de tendinite

A tendinite começa com uma dor local, ou um incômodo, que pode irradiar para toda musculatura ao redor. Essa musculatura acaba entrando em espasmo de proteção e fadiga com sensação de peso. A dor piora com o movimento e pode acarretar diminuição da força e, em casos de longa duração, causar atrofia da musculatura. Em muitos casos nota-se inchaço local e presença de calor e/ou vermelhidão.

 

3 exercícios para as mãos

Se você toca guitarra, baixo, violão ou outro instrumento parecido com esses, faça esses 3 exercícios abaixo. Eles servem para aquecer e alongar os músculos das suas mãos, e assim evitar que surja uma tendinite nos seus pulsos, cotovelos e ombros. Também vale para deixar as mãos mais soltas, o que ajuda muito na hora de tocar!

 

  1. Este primeiro exercício de fortalecimento da mão é um exercício que contrai os músculos. É muito simples, bastando abrir e fechar as mãos. Faça com as duas mãos, mas lembre-se que para guitarristas (e similares) destros, o foco é a mão esquerda. E para canhotos, a mão direita é o foco. Abra as mãos, esticando ao máximo todos os dedos. Depois feche-as formando um punho apertado. O movimento de abrir e fechar deve ser rápido. Faça pelo menos 100 sequências, sendo que 300 é o ideal. No começo você pode conseguir fazer bem menos, talvez umas 30 ou 50 vezes, mas com o tempo conseguirá aumentar a quantidade de repetições. Esse exercício pode ser feito várias vezes por dia.
  2. O segundo exercício de fortalecimento da mão concentra-se no desenvolvimento da força no pulso e nos dedos. Usando um haltere de 4 quilos (ou use qualquer peso que se sinta seguro, ainda que lhe dê alguma queima após 15 a 20 repetições). Sempre pare se sentir algum tipo de dor aguda – obviamente, isso é um aviso do seu corpo que as coisas não estão corretas! Para fazer este exercício, sente-se numa cadeira com o antebraço em sua coxa, com a palma da mão virada para cima, com o pulso diretamente acima do joelho. Segure o haltere frouxamente, permitindo que ele role até o fim da ponta dos dedos e, em seguida, enrole o haltere de volta para a mão na posição inicial. Faça isso a um ritmo moderado. Faça até 50 repetições por dia.
  3. O terceiro exercício de fortalecimento também usa haltere de 4 quilos. Fique de pé ou sente-se, com os braços ao seu lado, dobrados em um ângulo de 90 graus. Segure um haltere firmemente em cada mão. Em seguida, gire suas mãos (em uníssono) para que você vá de uma posição “palma para cima” para uma posição “palma para baixo”. Faça rotações suaves e completas em cada direção 50 vezes.

Adicionar comentário

© 2017 Todos os direitos reservados - SPARFLEX - Fios e Cabos Especiais ~ Desenvolvido por Toulouse Comunicação