Os guitarristas mais influentes de todos os tempos

19 de outubro de 2017 por na categoria Música com 0 e 1
Home > Blog > Música > Os guitarristas mais influentes de todos os tempos

A guitarra é sem dúvida o instrumento mais amado por quem gosta de rock. Imagine como seria a vida sem um hipnotizante solo… E durante a evolução musical, mais especificamente do Rock’n’Roll, surgiram guitarristas que se tornaram verdadeiras lendas e que influenciaram gerações. Então vamos dar uma olhada histórica em alguns dos guitarristas mais influentes do bom e velho rock.

Atenção: não incluímos neste post os mestres sagrados do Blues, Country e Rockabilly, pois eles terão matérias futuras, ok?

 

Angus Young

Um verdadeiro maníaco em criar solos perfeitos, como em Thunderstruck e You Shook me All Night Long. Aclamado com o melhor guitarrista do mundo, Angus Young impacta e influencia com sua guitarra, o terno com bermuda e o chifre de diabo. Difícil acreditar que o Rock seria o mesmo sem ele.

 

Brian May

Como se não bastasse ser guitarrista do Queen e tocar ao lado de Freddie Mercury, Brian May também influenciou muitos guitarristas com seus solos perfeitos e arranjos complexos de guitarra.

 

David Gilmour

Só para começar, David Gilmour integrou o Pink Floyd, a banda de rock mais influente de todos os tempos. E se não bastasse, suas criações na guitarra eram, e ainda são, repletas de técnicas que fazem os ouvintes entrarem em êxtase. O solo em Comfortably Numb é um dos mais emocionantes.

 

Eddie Van Halen

Desde o começo do Van Halen, o que mais chamava a atenção eram as viagens de Eddie na guitarra, com seus solos precisos em Eruption e cativantes em Dreams. Nos shows, seus pulos e corridas pelo palco também são uma atração à parte.

 

Frank Zappa

Zappa passou dos limites da guitarra, do rock e do comportamento. Ele faz misturas com blues, jazz, rock, ritmos orquestrais e o que mais estiver disponível, para criar músicas que combinam com seu estilo, digamos, bizarro.

 

George Harrison

Além de ser um guitarrista talentoso, George Harrison estava no lugar certo e na hora certa para se tornar integrante dos Beatles e enlouquecer o mundo. Em sua carreira solo, o uso de notas orientais na guitarra influenciou muitas bandas.

 

Jimi Hendrix

Jimi transformou o uso da guitarra como simples instrumento musical. Ele criou um estilo de tocar leve, sem esforço, e ao mesmo tempo parecido com uma tempestade.

 

Jimmy Page

Ao lado do Led Zeppelin, Jimmy Page não só tocou de modo hipnotizante, mas também contribuiu para criar alguns dos maiores clássicos da banda.

 

Joe Satriani

A influência de Satriani vai além de tocar guitarra. Foi ele quem ensinou Steve Vai, Kirk Hammett, Larry LaLonde e outros a tocar. Em sua carreira solo, as criações virtuosas arrepiam os ouvintes. Com certeza um dos maiores ícones da guitarra.

 

Johnny Ramone

Johnny nunca foi de tocar solos virtuosos, nem de exibir técnicas aprimoradas, mas ele se tornou uma das grandes influências na guitarra por causa da velocidade e na criação de riffs tipo chiclete, que grudam na mente, junto com o Ramones.

 

Keith Richards

A criatividade musical de Keith Richards gerou muitos clássicos para os Rolling Stones, dentro dos quais Satisfaction impera até hoje com uma guitarra inconfundível. Ele também pode ser considerado um exemplo de como envelhecer e manter o vigor no palco.

 

Kurt Cobain

Kurt Cobain não tinha nade de virtuoso, não criava técnicas diferentes nem nada. Ele apenas cantava e tocava guitarra, mas mesmo assim se tornou um ícone nos anos 90, durante a era grunge com o Nirvana. A partir daí, a influência foi mais pelo ritmo e atitudes do que pela sua guitarra em si.

 

Mark Knopfler

O Dire Straits surgiu numa época onde a influência punk deixava obsoleto os solos longos e melódicos. Mas mesmo assim, Mark Knopfler e sua banda fizeram um estardalhaço ao lançar Sultans of Swing, em 1978. O estilo de Mark incluía, além do controle entre melodia e acidez, tocar sem palhetas. Ele preferia usar apenas os dedos, como uma forma de dar mais alma à sua guitarra.

 

Pete Townshend

Pete não é daqueles guitarristas que tocam solos destruidores, preferindo a parte rítmica mas de uma forma agressiva. Tanto é que, junto com o The Who, se tornou um dos precursores em quebrar instrumentos no palco.

 

Ritchie Blackmore

Blackmore procurava criar um estilo que não fosse, segundo ele, limitante como o blues e disciplinado como o clássico, e assim ele entrou de cabeça em uma fusão intrincada que criou a base para o Heavy Metal. E também foi sua participação em Smoke on the Water, com o Deep Purple, que criou o solo mais famoso do mundo.

 

Santana

A mistura perfeita entre rock e ritmos latinos elevou Carlos Santana a ser considerado um mito da guitarra. Basta uma nota para saber que é ele tocando com seu modo inconfundível, claro e ácido.

 

Slash

Depois do Guns N’ Roses, Slash se tornou um ícone entre os jovens, por causa do seu visual provocante e, claro, de sua guitarra. Ele criou clássicos como Sweet Child O’ Mine e Welcome to the Jungle, com solos inconfundíveis que trouxeram de volta a energia para o Hard Rock.

 

Steve Vai

Aluno de Satriani, o pupilo se tornou um dos grandes mestres da guitarra. Vai já tocou com grandes nomes do rock, como Frank Zappa, Whitesnake, Ozzy Osbourne e outros. Ele também é um grande criador de guitarras, tocando inclusive com uma de 3 braços.

 

Thurston Moore

Quando Moore criou o Sonic Youth na década de 80, o experimentalismo na guitarra correu solto pelo mundo. Ele preferia afinações fora do padrão, uso de baquetas, furadeiras e outros objetos como acompanhamento para sua guitarra. Apesar disso tudo, seu jeito de tocar inclui uma criação melódica que faz suas músicas serem, ao mesmo tempo, emocionantes e soturnas.

 

Tony Iommi

O Black Sabbath é um dos pioneiros do Heavy Metal, uma das bandas mais importantes na história do rock. E Tony Iommi conseguiu transmitir todo o peso do Metal de uma maneira fina, como se um compositor clássico tivesse a oportunidade de criar peças usando guitarra.

Notou que em todas as fotos tem uma guitarra, menos na de George Harrison? Foi para manter o esquema misterioso que os Beatles usavam em suas capas! Scooby-Doo-By-Doo…

Adicionar comentário

© 2017 Todos os direitos reservados - SPARFLEX - Fios e Cabos Especiais ~ Desenvolvido por Toulouse Comunicação