7 características que um cabo de áudio de qualidade deve ter

17 de agosto de 2017 por na categoria Áudio com 0 e 0
Home > Blog > Áudio > 7 características que um cabo de áudio de qualidade deve ter

Todos os cabos para instrumentos musicais parecem iguais, não é mesmo? Todos têm plugs, uma capa externa protetora, geralmente preta e fios internos. É só plugá-lo e pronto! Mas saiba que existem algumas características importantes que diferenciam os cabos. OK, a função deles continua sendo a mesma, de transportar o som através de eletricidade para outros equipamentos, como amplificadores e mesas de som. Mas a construção dos cabos, matérias-primas e componentes dão a diferença, que pode aumentar a durabilidade e qualidade do som.

Então, na próxima vez que você for usar um cabo, vai ter mais conhecimento e melhor aproveitamento ao conhecer as seguintes características.

 

Núcleo em cobre OFHC

O núcleo é a parte central do cabo, e sua fabricação em cobre é a melhor porque esse metal conduz eletricidade e calor com maior performance, além de sofrer menos com oxidação. Já o cobre OFHC (Oxigen Free High Conductivity – ou Alta Condutibilidade Livre de Oxigênio), também conhecido por ser um tipo de cobre comercialmente puro, é o mais indicado para cabos de áudio, pois ele tem uma liga de quase 100% de cobre eletrolítico, o que garante maior aproveitamento em altas frequências.

 

Isolamento do núcleo

Esse isolamento é uma capa protetora do núcleo, fabricado geralmente com material plástico como o Nylon, que neste caso proporciona alta capacidade de isolação térmica e elétrica, e também evita danos físicos e oxidação ao fio de cobre no núcleo, garantindo vida mais longa ao cabo.

Outra característica importante desse isolamento diz respeito à capacitância, que nada mais é do que a quantidade de energia elétrica armazenada. Dessa forma, quanto mais baixa a capacitância do cabo (quanto menos ele armazena energia elétrica), melhor o resultado do som.

 

Blindagem

A blindagem do cabo é a parte que serve para que ele não sofra com energia estática e outras interferências elétricas, como por exemplo a estática produzida pela iluminação. Um cabo reforçado, com melhor performance, tem 2 tipos de blindagem, uma em cobre e outra em material condutivo, e para que elas cumpram bem seu papel, devem ser em forma de malha.

 

Cobertura externa

A cobertura externa é a capa do cabo. Ela serve para proteger toda a parte interna, funcionando com um isolante termoelétrico . Os materiais mais comuns são o PVC ou a borracha. Outro fator importante da cobertura é que ela seja maleável, resista a atritos, seja leve e de fácil limpeza.

 

Plugs

Também chamados mais tecnicamente de conectores, eles são um dos responsáveis pela qualidade de som e fidelidade de timbres. Os que possuem melhor performance são os do tipo P-10. Alguns modelos são banhados a ouro, um metal com excelente condutividade.

 

Soldagem

A solda liga partes internas do cabo ao plug. É importante que a solda seja muito bem feita, com material isolante de alta qualidade que garanta sua resistência.

Fabricação e dimensionamento

Aqui a importância é que cada componente do cabo tenha um dimensionamento exato. Em geral, os fabricantes de cabos possuem equipe de engenheiros que criam protótipos seguindo certos padrões de qualidade e segurança e depois os testam em seus laboratórios. Para você ter uma ideia, um dimensionamento errado pode fazer com que o som fique horrível ou, em pior caso, causar danos em seu instrumento e equipamentos.

 

Essas 7 características são as fundamentais para um cabo de qualidade, que seja duradouro e que cumpra seu papel principal: agradar aos ouvidos.

Adicionar comentário

© 2017 Todos os direitos reservados - SPARFLEX - Fios e Cabos Especiais ~ Desenvolvido por Toulouse Comunicação